MANIFESTO DA DIRECÇÃO: Este blogue “www.sortesdegaiola.blogspot.com”, tem como objectivo primordial só noticiar, criticar ou elogiar, as situações que mais se distingam em corridas, ou os factos verdadeiramente importantes que digam respeito ao mundo dos toiros e do toureio, dos cavalos e da equitação, com total e absoluta liberdade de imprensa dos nossos amigos cronistas colaboradores.

domingo, 31 de agosto de 2014

Arronches -Triunfos de Caetano e Caetano..


Tourear bem é : Tourear devagar, com os cavalos arranjados, dar vantagens aos toiros, transmitir emoção e lidar com saber, sem exageros de corridas de frente ou de lado, sem nexo... e  executar as sortes de forma correcta rematando-as...



De tudo isto se viu em Arronches, numa corrida agradável em que os toiros colaboraram com excepção do primeiro lidado por Tito Semedo (Gan S. Martinho).
Os três toiros de Paulo Caetano sa´ram d forma a fazerem felizes o ganadero e os toureiros, sendo que em 2 deles o público chamou o ganadero á Praça.

TITO SEMEDO

No seu 1º, o pior da corrida, deu-lhe a lide possivel com uma ou duas precipitações escusadas, mas também com dois bons ferros compridos.
No 2º, pertencente á ganadaria de Paulo Caetano, esteve ao seu melhor nivel, com o toureio encimista que tem vindo a praticar esta temporada.
O cavalo de quiebros tem vindo a melhorar de corrida para corrida...

J. MOURA CAETANO

O seu 1º toiro, com o ferro de seu Pai, recebeu-o correndo-o, dobrando-o o estritamente necessário para o colocar. De praça a praça, dando todas as vantagens aos toiro, cravou 3 compridos dos quais destaco o segundo, porque o toiro ao não arrancar franco levou o toureiro a carregar para ele com quatro ou cinco trancos de galope, para depois recuar quatro passadas na cara do inimigo, reunindo a recuar.
Nas bandarilhas, com o novo super craque BELMONTE, bregou em ladeares em galope ao revés que rematou por dentro, ora cara a cara com o toiro ora deixando a garupa do cavalo a rodar na cara do hastado. As sortes a atacar e a receber tiveram a maior emoção, quer ao piton contrário quer com batida, e tudo isto sem uma bicada....
No 2º toiro ( Gan. S. Martinho) recebeu-o com um cavalo novo, foi a 1ª vez que saiu em praça, (Hispano Anglo Arabe) de rara classe, e sujeito com arranjo superior  que encantou os aficionados a esse tipo de cavalo, que além do mais brilha com uma PASSAGE perfeita e aparatosa, o que não é fácil de encontrar.
Nas bandarilhas, o CHISPA esteve como esteve em Setúbal...

Para o meu gosto, toureio do bom repousado e óptima equitação como a que vi a Moura Caetano em Arroches, fazem prevalecer a arte, sobre correrias e numeros do CABALLITO tão em moda... 

TIAGO CARREIRAS

Não esteve feliz. Entregou-se com alma á função, mas tanta foi a vontade de agradar que as coisas não sairam como certamente desejava. Penso que o facto de ter toureado menos este ano, pesa-lhe psicológicamente, por sentir que merecia mais oportunidades.
Já mostrou que sabe tourear, e acreditamos que esta fase é passageira... 

 Forcados :

Os Grupos de AZAMBUJA, ARRONCHES e ELVAS, estiveram bem numa noite sem problemas. Destaque para a pega de Ricardo Porto Nunes, técnicamente perfeita, e para a última pega do Grupo de Elvas.........

Parabéns ao grupo De Arronches pelo seu aniversário...

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Comentários a Frases ditas a esmo........



Estamos numa época de chavões...



Procurei as frases que vulgarmente se ouvem por aí e que quase sempre são ditas com pouco ou nenhum significado, e encontrei:

"OBRIGAM-NOS A EMIGRAR" - Quem diz isto, nunca emigou nem nunca vai emigrar...

"ESTE MISERÁVEL PAÍS" - Parece que já se esqueceram do que era miséria...

" O FUTEBOL ESTÁ PODRE" - Se é assim, porque enchem os estádios. Será que gostam da podridão ?

" ESTA É A "FESTA" QUE TEMOS" - É evidente, mas não vale a pena atacá-la por dentro..

" OS PIORES INIMIGOS DA "FESTA NÃO SÂO OS ANTIS..." - Não são os antitaurinos, são os anti - tudo...

" HÀ GRUPOS DE FORCADOS A MAIS" - Se as corridas forem todas de " Toiros - Toiros..." esse problema resolve-se...

"OS REJONEADORES ESCOLHEM OS TOIROS" - É evidente que sim, mas enchem as praças e por isso têm força...

"OS POLITÍCOS SÃO CORRUPTOS " - Mas estão lá porque a maioria votou neles...

"ISTO É QUE VAI UMA CRISE " - De facto a crise existe, mas o Algarve está cheio, os estádios idem aspas, e por aí além...

" HÁ FALTA DE EMPREGOS" - Se os Portugueses aproveitassem por cá as oportunidades que aproveitam no estrangeiro, não havia tanto desemprego...

" OS ANTITAURINOS SÂO FRUSTRADOS E ESTÙPIDOS" - Sem comentário ... LOL, LOL, LOL... 

Não perca, amanhã em ARRONCHES...


Chamusca - 6 toiros para o grupo dos Amadores...


TOIROS - Brincadeira de mau gosto - Do pior que já vi...

Saltadores de toiros - Grandes malucos...



Três mulheres valentes...



quinta-feira, 28 de agosto de 2014

CHAMUSCA - 3 conceitos de toureio em confronto...


Ganadaria Santos Silva...

Dia 6 na Nazaré, dia 7 em Montemor o Velho...






Manuel Dias Gomes em ESPANHA...


SÀBADO - Arronches...

MONTEMOR o NOVO - Grandes toiros para grande corrida...



Outra guerra taurina...



 
Grupo de Portalegre...

Tenho uma simpatia especial por este grupo, pelos antigos cabos Ant. J. Batista e Fernando Coelho e pelo cabo actual Francisco Peralta. Por este grupo passaram vários forcados de Coimbra aos quais me liga uma profunda amizade.
Estas raões não me impedem de analizar esta guerra recente, á luz da visão de aficionado e cronista taurino.

Cada um tem a sua razão.

O empresário:

Montar um cartel com 3 grupos de forcados da zona, seria certamente a melhor solução em termos de público, tanto mais que Ant. M. Cardoso tenta neste momento levantar uma praça que por razões várias, estava num mau momento. Perante a exigência do Grupo da terra, não teve outra alternativa se não ceder, o que na nossa óptica é um mau precedente. Ao ser assim, a partir de agora serão os grupos da terra a condicionarem os carteis no que diz respeito a forcados, a seu belo prazer, ficando para os empresários a escolha dos cavaleiros e talvez dos toiros... o que não pode ser.


Grupos da Região:

Num panorama de vetos ( em tauromaquia há vetos por tudo e por nada ), passa a assistir-lhes a razão de vetarem o Grupo de Portalegre nas suas terras, o que sinceramente condeno.

Grupo de Portalegre:

"Quem não se sente, não é de boa gente", é um facto...
Não haveria outra maneira de contornar o problema sem enfrentamentos ???

Quem perde com esta guerra é a "FESTA", quando esta deve estar acima de tudo.

Eu sei que sempre existiram guerras na Forcadagem. Durante anos os Grupos de Santarém e Lisboa não pegaram juntos, o mesmo acontecendo com os dois grupos do Montijo, Moita e Chamusca e lembro-me também do grupo de Vila Franca não pegar na sua terra na Feira de Outubro.

Todas estas guerras foram ultrapassadas com bom senso, e por isso espero bem que esta também seja resolvida da mesma maneira.

Carteis da MOITA...



Loucura Total - Toiro "ENAMORADO2 2014...



Perigo... muito perigo...



segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Arronches...


Chamusca...


/ de setembro - Montemor o Velho...


Parece que estão todos contra os lenços. Porquê ???


O que dá gozo é ser do contra

Novo Regulamento taurino já está publicado em diário da República
Ando há 50 anos a ouvir que os cavaleiros muitas vezes se penduravam nos forcados e embora muito menos vezes, o inverso também fosse verdadeiro. Parecia que quanto a este tema, todos estavam de acordo, mas afinal, pelo que tenho lido ultimamente, não é assim.

Em Portugal sempre foi habitual ser contra mesmo sem razão, como acontece em muitos Países latinos. Lembro-me a propósito da história que contam de um Mexicano a quem um amigo disse : "Há um novo governo". Respondeu então o tal da história sem saber quem eram os novos governantes : " Se há novo governo, sou contra..."

Conta a lenda que quando Viriato reuniu os seus guerreiros para decidirem lutar pela independência, a discussão foi tão grande, eram todos contra todos, que o velho pastor dos montes "Herminios" disse pela primeira vez esta frase que hoje é Corrente : "Este país não vai a lado nenhum ".

O novo regulamento não é bem o que se queria, mas para mim, o que é bonito no querer é sentirmo-nos subitamente incompletos sem a coisa que queriamos mas continuar a lutar pelo que acreditamos, não esquecendo que querer é mais forte que desejar.

Cada vez que ouço um demagogo a falar das fragilidades da "FESTA" sem nada fazer, fico revoltado, porque, se o o povoléu discorda é porque sente, mas os frustrados (pseudo iluminados ) fazem-no por recalques de não serem ouvidos, e reagindo numa fuga para a frente, ao facto de nada terem feito.

O Novo regulamento não é perfeito, mas a história dos lenços é moralizante e encurta certamente o tempo da corrida á Portuguesa. Tem vantagens e algumas inperfeições, como tudo que é criado, como por exemplo, o papel higiénico foi uma boa criação, mas tem como imperfeição nunca rasgar totalmente pelo picotado..

Tem toda a razão o Sr. Fernando Marques..

Com a devida vénia, transcrevemos este artigo de Fernando Marques publicado no Blogue "Planetadostouros"...

Direito á indignação...





Como contribuinte tenho direito à indignação. Para além de ver televisão através duma plataforma que já pago, tenho ainda que contribuir com a taxa de audiovisual para o serviço de televisão pública.


Sou o primeiro a aplaudir tudo o que a televisão pública faça para promover o espectáculo dos touros em Portugal. Admiro e aplaudo o esforço dos meus Amigos pessoais, José Cáceres e António Vasco Lucas mas, por amor de Deus, retirem deste filme certas personagens.

É deprimente ver aquela senhorita na trincheira, com todo o respeito pelo seu trabalho mas, não tem cultura taurina e passa o tempo a fazer entrevistas estereotipadas aos toureiros, ganadeiros, forcados ou empresários.

Como se isso não bastasse, não sei por intervenção (influência) de quem, aparece-nos agora um rapaz (não ponho em dúvida o seu profissionalismo) a fazer também ele, entrevistas nas bancadas. Isto das touradas não é um reality show que qualquer um serve para apresentar…

Já estamos fartos de tanta entrevista a Luís Castro, que tem todo o mérito em trazer para a programação do canal público, um dos espectáculos de maior predilecção dos portugueses, mas já chega. Se é para imitarem o Canal + (Espanha), então façam-no bem, porque esses são jornalista com preparação nesta área específica da tauromaquia.

Ontem com a transmissão da tourada de Albufeira foi mais uma prova cabal desse desacerto e desconhecimento, até com o atrevimento de falar em “espanholês” com Álvaro Domecq. Haja paciência! Assim cai por terra o trabalho dos dois comentadores, esses sim com verdadeira cultura taurina para desempenhar o cargo de promover a Festa.

domingo, 24 de agosto de 2014

Espanha - Um toiro no telhado..IMPACTO TOTAL

Corridão na Chamusca...

.Encierro Alfaiates .

Grande Encerro de Toiros de Nave de Haver (Junho 2014) .

Susto em Aldeia da Ponte, Toiro Salta no Reboque e apanha Jovens .

.Encierro Lageosa da Raia 2014 .

.Susto no encerro da Rebolosa Capeia 2014 .

Hoje - Dia dedicado á Raia - Tauromaquia popular...

Hoje - Dia dedicado á Raia - Tauromaquia popular...

A "Festa" em Aldeia do Bispo...




Viana é aficionada, o Costa não...

sábado, 23 de agosto de 2014

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Hoje em Albufeira...

Domingo em Viana...

Corriada de Homenagem a António Morgado - Montemor o Velho...

Domigo Corrida em Viana - Carta ao P. da Camara...

Sr. Pres. da Camara de Viana do Castelo:





Não o conheço pessoalmente, nem o quero conhecer, nem me importa porque partido ou coligação foi eleito, um tipo tão mal encarado.

Há no entanto uma razão forte para lhe escrever esta carta que publicarei no blogue "sortesdegaiola", onde há um total RESPEITO pela liberdade de imprensa.

Sr. Pres., é precisamente esta palavra RESPEITO que acintosamente escrevo com letra grande, a que junto as palavras HISTÓRIA e TRADIÇÃO, que me levam a escrever-lhe.

Quem exerce um cargo público tem que respeitar as minorias, a história e as tradições, e não pode ser influenciado a decidir, por gostos ou preconceitos pessoais, já que no momento em que foi eleito passou a ser presidente de todos os munícipes do concelho -, e muito menos pode atentar contra a história e a tradição da região e do País, tentando obstruir a lei, no sentido de não permitir corridas em Viana do Castelo.

Manter inactiva a praça de touros da sua terra, comprada com dinheiros públicos, baseando-se no facto desta só dar uma corrida de toiros ano, cai pela base se lhe lembrar que há capelas no concelho que abrem uma vez por ano e não é por isso que as manda destruir para ali nascer uma lixeira, uma oficina da câmara, um campo para a prática do futebol, um ATL, ou mesmo um Centro de Ciencia Viva (como é o motivo aparente da pretensão do inefável Defensor Moura seu antecessor, mais conhecido pelo 0.3 por cento, percentagem que obteve nas Prsidenciais).

Eu, sei porque tenho ido a Viana, que as suas preocupações com a arquitectura tradicional são poucas como sucede com relativa vulgaridade por esse país fora.

Eu sei que o apoio dado á Romaria da SRª da Agonia dá votos, muitos votos e por isso apoia tal romaria. Assim houvesse tamanha adesão popular á “Festa” e eu queria ver se o sr. tinha tomates para pensar sequer em destruir a praça.

Eu sei que a influência dum grupelho pateta mas activista pode tocar-lhe, quanto mais não seja porque fazem passar a ideia de uma força que não têm, mas sei também que nada mas mesmo nada, se pode suplantar á história.

O senhor sabe há quantos anos existem corridas de toiros em Viana?
O senhor sabe que o toureio é uma arte?
O senhor sabe que a praça de toiros da sua terra na corrida anual ou enchia ou esgotava com milhares de pessoas?
O senhor já mandou avaliar o preuizo económico daqueles que duma maneira ou doutra recebem proventos deste espectáculo (porteiros, moços de curro, camionistas, campinos etc.)?

Não sabe com certeza nada disto, nem conhece a história do toureio, a única coisa que sabe é que não gosta, e nós sabemos que o sr. é um criminoso ao cometer o crime de lesa história, ao manter a praça abandonada.

Ponha os olhos naqueles ( que no espectro politica vão da esquerda á direita) que não gostam do espectáculo mas o respeitam.

Seja Português, seja democrata (eu sei o que é democracia há mais de 50 anos, não sou cristão novo...), respeite as minorias (neste caso, mesmo ao nível do concelho, esta sua prepotência vai contra a maioria segundo sondagens).

Os Pres. de câmara são eleitos para construir e não para destruir património.
O sr. deve achar que com esta atitude, a confirmar-se, irá ganhar protagonismo bom. Engana-se meu caro sr. porque muitos mas mesmo muitos nunca lhe perdoarão, e ficará na história como um dos dois gajos que destrui a praça de Viana.

Que tristeza verificar, quando hoje mais que nunca as corridas de toiros têm maior representatividade no norte, que haja um tipo como o sr. que tenta destruir um bastião da tauromaquia no norte do país, quando em algumas terras se estão a construir novos tauródromos ou a melhorar os existentes.

Sendo a praça da Camara porque não a transforma num pavilhão multiusos como se fez em Lisboa, Évora, Elvas, Redondo, várias cidades de Espanha e França, e mais ainda todas as cidades e vilas onde a mesma solução está a ser equacionada. Esse é o caminho certo, a outra solução ou  é de mero oportunismo, ou é caprichosa, sendo que em qualquer dos casos é irresponsável e lesiva da história, da tradição e da arte.

Diz a canção que eternizou essa terra mais ou menos isto:

Hei-de voltar a Viana como manda a Fantasia,
Hei-de voltar a Viana oh meu amor algum dia.

Acrescento eu :

Hei-de voltar a Viana sem este presidente um dia
Quando for substituído e o mandarem p’rá da tia.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Palavras de um homem de cultura...

Pedido de desculpas a João Augusto Moura...

Sempre acreditámos neste toureiro...

Club de fans João Augusto Moura

Na nossa crónica da corrida de Monforte não apareceu nenhuma referência á excelente actuação de João Augusto Moura, e só agora nos chamaram á atenção para tamanha falha, que resultou do facto de ao passar o texto para o blogue, este ter saído truncado. Hoje, logo que dei pelo erro, telefonei ao meu
amigo João Augusto para apresentar as minhas desculpas, ao que ele me respondeu, que dada a excelente relação que sempre tivemos, viu logo que só podia ser uma falha involuntária.

O que eu escrevi e não veio a público, foi:

JÕÃO AUGUSTO MOURA

Com um excelente toiro de seu ferro, toureou com bom gosto de capote e profundidade de muleta pelos dois lados. Sempre acreditámos neste toureiro, tem tudo para concretizar os seus sonhos... 


João Augusto, um abração e uma vez mais, desculpa-me..   

Orgulhosamente fomos os últimos a dar noticias da Feira da Moita...

Ele há cada Guerra...







As guerras são sempre estúpidas, temos como exemplo a guerra motivada pelo futebol que deu origem a um conflito armado entre El Salvador e Honduras que durou quatro dias (de 14 a 18 de julho de 1969), conhecida pela guerra das cem horas
Esta guerra foi solucionada após a intervenção da Organização dos Estados Americanos. Apesar disso, mais de uma década se passou até que um tratado de paz definitivo fosse assinado.
Foram quase 2.000 as baixas dessa guerra, na sua maioria civis.
Que tamanha estupidez....

Estalou agora, mais uma vez a guerra sem sentido, na minha opinião, na nossa imprensa taurina provocada pela reivindicação de notícias em primeira mão, ainda por cima entre dois dos mais conceituados espaços da blogosfera Taurina.
Nunca vi na imprensa não taurina, guerras por este motivo...

Também eu tive as minhas guerras, estúpidas como todas as guerras, e nessa altura o meu amigo Miguel Alvarenga escreveu a propósito : "Tenham juízo!!!".
Agora digo eu aos beligerantes : "Façam-me o favor de ser felizes!!!"

Nós os Portugueses temos uma certa tendência para a tragédia e para as guerrinhas, e sentimos uma especie de vergonha de ser felizes. Raramente a imprensa generalista aponta casos de manifesta felicidade em detrimento de notícias do tipo : "Cão morde homem no Montijo" ou " Padrasto mata enteada para evitar chatices".

As pessoas felizes raramente pensam em si próprias, desfrutam do que a vida lhes dá, e nesta " Guerra da 1ª mão" qualquer um dos beligerantes tem de sobra realização pessoal para ligar a este tipo de merdas.
Não reprimam a felicidade, porque a felicidade é loucura sádia.

Deixo aqui ao Sr. Miguel Alvarenga e á Srª. Dª. Solange Pinto estas 14 sugestões para serem felizes:

1. Desista da sua necessidade de estar sempre certo
2. Desista da sua necessidade de controle
3. Desista da culpa
4. Desista de conversas interiores derrotistas
5. Desista das suas paixões limitantes
6. Desista da agressividade tonta.
7. Desista da luxúria das críticas
8. Desista da sua necessidade de impressionar os outros
9. Desista do supérfluo
14. Desista de viver a sua vida através das expectativas   

Caros colegas, se isto vos servir fico feliz, mas essencialmente, façam o favor de serem felizes!!!

Hoje - Motivos de interesse no Campo Pequeno...


A estreia de Marcelo Loia como cabo do Ap. do Barrete Verde...
Francisco Palha numa arena Portuguesa...
Rui Fernandes em grande forma...
Ganadaria Veiga...

Mas há mais...

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

João Ribeiro Telles jr - Momento mágico..

FEIRA DA MOITA DO RIBATEJO...



A empresa da Moita, composta por João Pedro Bolota e Possidónio Matias (foto em baixo), deu hoje a conhecer a próxima feira taurina da Moita. Duas corridas mistas, uma novilhada e duas corridas à portuguesa marcam o certame. Cartéis já a seguir:

Dia 15 de setembro, segunda-feira, 22 horas - Corrida Mista

Cavaleiros: Duarte Pinto que lida dois imponentes toiros de Ernesto de Castro e a cavaleira praticante Mara Pimenta que lida um toiro de Passanha

Forcados Amadores de Coruche

Matadores: Sérgio dos Santos “Parrita” que comemora 10 anos de alternativa na sua terra e João Augusto Moura, que lidarão 4 toiros de Torre de Onofre


Dia 16 de setembro, terça-feria, 18 horas- Corrida Mista

Cavaleiros: João Moura Caetano e João Telles Jr na lide de 4 toiros de Passanha

Forcados Amadores da Moita e do Montijo

Matador: Pedrito de Portugal que lida 2 toiros de Falé Filipe

Dia 17 de setembro, quarta-feira, 18 horas: Novilhada a favor da Escola de Toureio da Moita. 6 Novilhos gentilmente oferecidos por diversos Criadores de Toiros de Lide

Dia 18 de setembro, quinta-feira, 22 horas- Corrida à Portuguesa

Cavaleiros: Rui Fernandes, Vítor Ribeiro e João Moura Jr

Concurso de Ganadarias (Sorteio): Lopes Branco, António Silva, Veiga, Passanha, Santa Maria e Romão Tenório

Forcados Amadores do Aposento da Moita

Dia 19 de setembro, sexta-feira, 22 horas- Tradicional Corrida do Fogareiro

Cavaleiros: Joaquim BastinhasLuis RouxinolSónia MatiasFilipe Gonçalves Gilberto Filipe e Manuel Lupi

6 toiros de Benitez Cubero

Forcados de Santarém e Alcochete

Os bilhetes serão colocados à venda durante a próxima semana para que com tempo os possam adquirir havendo preços populares desde 10 euros

Rui Fernandes - Momento mágico...

Montemor vai ser como sempre "Praça cheia"...

5ª feira no Campo Pequeno mais uma fabulosa de verão...

Este ano a empresa está a reeditar as famosas "Fabulosas de Verão" que fizeram história noutros tempos...

João Maria Branco toureia em Montemor...


Segundo notícia o "diariotaurino" o jovem cavaleiro depois de anunciar com pompa e circunstância que suspendia a temporada, toureará em Montemor, não descartando a hipótese de tourear mais corridas esta temporada...

Justificações estúpidas...


Morta pelo marido á facada, por não pôr moelas na Canja..


Tudo na vida tem uma explicação ainda que muitas vezes esta seja completamente idiota.
Este titulo foi sacado de um jornal diário que se espremer-mos as folhas deita sangue, e no desenvolvimento desta notícia ficámos a saber que a resposta que o assassino deu no interrogatório quando lhe foi perguntado porque esfaqueou a mulher. foi esta : "Dei-lhe umas facadas porque a minha mulher se esqueceu de pôr moelas na canja".
Também sou de opinião que canja sem moelas não é canja, mas daí até esfaquear a companheira vai uma enorme distância...

Um Toureiro Francês da Camarga chamado ZUCARELI, conhecido de muitos Portugueses, justificou uma péssima actuação em BAYONE com o facto dos seus cavalos não se darem bem com os ares do Atlântico...

Muito mais casos de justificações estúpidas podia citar, mas fico-me pelos casos das praças com pouca público, situações sempre atribuídas estúpidamente á crise, ao frio, ao calor, a tudo possivel e imaginário e nunca á falta de força dos toureiros... que é a única razão verdadeira, da mesma maneira que a verdadeira justificação para as facadas que o tipo deu á mulher é ser um assassino, e no caso do Zucareli ter estado mal em Bayone prende-se só com o facto de este ser um romãntico mau toureiro...

Morreu Manuel Malta da Costa..


Manuel Malta da Costa foi absolvido "por inexistência de indícios"

Manuel Cardoso Malta da Costa, a maior referência Portuguesa da equitação de obstáculos, deixou-nos para sempre deixando muito mais pobre o mundo da equitação Nacional.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

A palavra de um Ex Antitaurino - Brilhante...

Diario de un ex Anti Taurino: 

20130727-154947.jpg

Yo era un anti taurino profesional o así me veía, forme parte de grupos de animalistas que ciegamente protestábamos contra las corridas de toros, hasta que un día comenze a estudiar el tema mas a fondo.

Me reuní con taurinos y anti taurinos de América Latina y Europa. Comprobé que muchas de las teorías que defendía eran falsas y también les comprobé a algunos taurinos que las suyas de igual manera estaban equivocadas.

Tras años de estudio llegue a la conclusión que ninguna de las dos partes esta en lo cierto, pero que los animalistas habían caído en la mentira y en la falsedad desde hace muchos años por ignorancia, radicalismos y falta de estudio.

Si bien al día de hoy me siguen sin gustar las corridas de toros, ya no estoy en contra de ellas, he aprendido a respetarlas, ya que he comprobado que hay otros males y problemas mucho mas importantes para los animalistas que las corridas de toros y que ellos por holgazanería y poco talento no se atreven a tocar.

Hoy lo digo públicamente no soy anti, mas tampoco estoy a favor, pero si estoy en contra de notas que se publican en los medios como la que a continuación les mostrare, porque pienso que estás personas desvirtúan a todos los animalistas y anti taurinos del mundo.

Hugo Conti.

Guadalajara, Jalisco.



João Mora Caetano - Momento mágico...

Nuno Vinhais - A despedida de um SENHOR...


Sempre tive e continuarei a ter uma consideração muito especial por Nuno Vinhais. Este homem deu sempre á FESTA e á forcadagem em especial um exemplo de dignidade, bom senso, cordialidade, correção e saber estar, que o tornaram um caso.
Tudo tem um fim, e esta despedida não foje á regra. O seu exemplo vai ficar bem como a sua presença discreta, que marcou a sua vida de forcado e cabo dos Amadores das Caldas.

Obrigado Nuno pelo que legado que ofereceste ao nosso mundo do oiro..