MANIFESTO DA DIRECÇÃO: Este blogue “www.sortesdegaiola.blogspot.com”, tem como objectivo primordial só noticiar, criticar ou elogiar, as situações que mais se distingam em corridas, ou os factos verdadeiramente importantes que digam respeito ao mundo dos toiros e do toureio, dos cavalos e da equitação, com total e absoluta liberdade de imprensa dos nossos amigos cronistas colaboradores.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Alvarito Bronze tem amigos e é valente...


O Bronze não tem culpa de ter amigos e ser valente..



Muito se fala do Bronze quando este é anunciado para uma corrida, mas raramente se faz referência ao que para mim é essencial.
O Bronze foi forcado e foi-o dignamente, toureia o que lhe largam sem escolhas que visem a comodidade, tem amigos que lhe garantem um capital de simpatia invejável, arrasta público á praça e sempre viveu a "FESTA" de forma apaixonada e não caiu nela de paraquedas.
Com base no que acabo de escrever, afirmo com convicção que o Bronze faz bem á "FESTA" na sua terra e não só, porque muitos vêm de outras paragens propositadamente para o ver, sendo as corridas em que participa um acontecimento .taurino que diverte e não chateia, o que não acontece noutros casos anunciados com pompa e circunstância.

Não concordei que não lhe fosse dada música depois da sua actuação, por pensar que efectivamente o Lourival Bronze é um caso especial e o público queria aplaudi-lo pela seu atrevimento e valentia. Eu sei que há um novo regulamento, mas também sei que existem casos, e são de facto muito poucos, em que a vontade do público devia ser respeitada.

O meu amigo Bronze vive a sua aficcion apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer.
Para ele, há sempre uma face dourada em que sente que pode criar e recriar a vida, com entusiasmo e coragem em que todo o desafio é um prazer que enfrenta com paixão.
Essa forma de estar no mundo é fugaz na vida de muitos, e chama-se viver o presente como se não houvesse amanhã. e tem para uns a duração do instante que passa, para os românticos dura toda a vida.

Uma coisa é certa, o Bronze não anda nisto para promoção social nem para criar amizades, como tantos outros, anda nisto por aficcion pura que vive á sua maneira ...

Um grande abraço amigo Bronze e quando toureares, estarei lá...

João Cortesão

Corrida dia 5 - Redondo...

Vila Franca - Uma feira á imagem da empresa LEVESINHO...


Alenquer - Despedida do cabo do grupo da terra Jorge vicente..



No domingo em Alenquer houve corrida de toiros á portuguesa na despedida de cabo do Grupo Forcados Amadores de Alenquer; Jorge Vicente.


Um bom par de Bastinhas

 Nesta corrida Joaquim Bastinhas cumpriu o seu quadragésimo contrato da temporada

Praça praticamente cheia para ver actuar os cavaleiros Joaquim Bastinhas, Pedro Franco, Sónia Matias, Paulo Jorge Santos Filipe Ferreira, praticante e que irá receber alternativa no próximo fim-de-semana, sendo seu padrinho Joaquim Bastinhas e ainda o amador Francisco Parreira. Lidaram-se reses de Nuno Casquinhas e “santa Maria” de desigual apresentação e trapio, tendo cumprido na generalidade com destaque para o lidado em quarto lugar por Paulo Jorge Santos. Pegaram os amadores de Alenquer que comemorarão dez anos de existência e tiveram uma tarde sem dificuldades de maior estando “à vontade na cara dos toiros”. 
Uma tarde mais de êxito para Joaquim Bastinhas, que na próxima quinta feira, actuará no Campo Pequeno, na corrida de gala á antiga portuguesa e de encerramento da temporada da praça da Capital, dando nesta noite a confirmação de alternativa a Tomás Pinto.
Todos os toureiros se exibiram a bom nivel merecendo destaque além de Bastinhas, Sónia Matias e Paulo Jorge dos Santos..

O encerramento da temporada vai ser o máximo..

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Crónica de Viana do Alentejo... Nª Srª d ' AIRES


Por altura da feira anual, montou em boa hora a sociedade hipica local, um a corrida com gosto e aficcion...



A feira gira á volta da Capela de Nª Srª d ' Aires e a propósito conto-vos a lenda do aparecimento da imagem da Senhora d'Aires. Encontra-se expressa numa inscrição na portada do Santuário. É um verso em latim, que relata que após a expulsão dos mouros destas terras, um lavrador arava o campo quando encontrou dentro de um pote de barro a imagem que se vê no altar.
Sobre esta lenda, diz-se que a imagem foi descoberta por Martim Vaqueiro quando este lavrava o campo.

Em 1748, existindo em Évora uma enorme epidemia de peste, os comerciantes dessa cidade prometeram à Virgem Srª d?Aires uma festividade se a peste desaparecesse. Como tal se verificou, os comerciantes realizaram festas durante três dias em honra da Santa. No ano seguinte as festas foram ainda maiores, com afluência de devotos não só de Évora mas também das populações vizinhas.

A corrida foi um bom espectáculo para o qual muito contribuiram os toiros da ganadaria "S. TIAGO".

LUÌS ROUXINOL

Está a acabar a época em grande. O cavalo em que bandarilha a duas mãos, está segurissimo e o novo palomino afirma-se a cada dia que passa.

MANUEL TELLES BASTOS

Ao primeiro toiro deu-lhe uma lide correcta mas vulgar. No 2º, esteve ao seu melhor nivel...

Os consagrados grupos de Forcados de Montemor e Lisboa pegaram os seis toiros á 1ª tentativa...

Crónica do Montijo - Bronze é um caso...


Muita gente no Montijo para ver o Bronze...



A praça estava muito composta de público mesmo tendo chovido fortemente durante o dia.
Os toiros de "Ernesto de Castro" serviram.

SÓNIA MATIAS

Excelente actuação, acima de tudo no tèrcio de Bandarilhas.

GILBERTO FILIPE

Começou bem e ainda foi melhorando no decorrer da lide, redondeando assim uma actuação que serviu de balão de ensaio para a próxima 5ª feira no Campo Pequeno.

ALVARITO BRONZE

A tauromáquia do imprevisivel, mas com um toiro...

Deste cavaleiro, falarei ainda hoje mais detalhadamente, numa peça á parte.

TOMÀS PINTO

Confirmou no Montijo, esta no melhor momento da sua carreira. Boa lide bordada com bons ferros.

MARA PIMENTA

Começou a lide de forma um pouco precipitada, o que não é hábito nesta cavaleira, para depois nos curtos atingir o nivel a que tem habituado os aficionados.

FORCADOS : Boas pegas dos Grupos de Montemor e Montijo, estes com mais dificuldades num toiro, que depois de várias tentativas foi pegado de cernelha. Destaque para o Montijense Hélio que pegou um toiro de caras e outro numa excelente cernelha com o rabejador Nuno Dias...



A partir de hoje não me referirei mais ao cavaleiro Filipe Gonçalves...


A partir de hoje, não mais me referirei ao cavaleiro Filipe Gonçalves nas crónicas das corridas em que eu esteja presente e ele tourear.

Hoje não perca - Crónicas do Montijo e Viana do Alentejo..

Ir a uma corrida de gala é chique...

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

30 anos da muerte de paquirri - Veja este video - Que moral...

PAN de Almada apresenta queixa no Min. público contra camara da Moita...


O que querem estes tipos ???

Acaso esta gente pediu contas ao instituto do vinho e da vinha pelos bebados, ou aos traficantes poelos drogados, ou ás fábricas de automóveis por os carros atingirem loucas velocidade, ou... , ou... , ou...



Foi esta quarta-feira entregue no Tribunal Judicial de Almada uma queixa contra o Executivo da Câmara Municipal da Moita e contra a Comissão Coordenadora das Festas da Moita. A queixa apresentada ao Ministério Público acusa as duas entidades de homicídio a título doloso e negligente

O Conselho Local de Almada do Partido pelos Animais e pela Natureza apresentou esta quarta-feira uma queixa no Ministério Público do Tribunal de Comarca e de Família e Menores de Almada, no requerimento apresentado o PAN pede ao MP abertura de um inquérito contra o Executivo da Câmara Municipal da Moita e contra a Comissão Coordenadora das Festas da Moita, por, entre outros, homicídio a título doloso ou negligente por omissão, denegação de justiça - o PAN diz que a autarquia tinha consciência que os actos que praticava constituem formas de se negarem <> na medida em que se recusou a aplicar os princípios de prossecução do interesse público ao realizar espectáculos de violência gratuita contra animais - a mesma queixa refere ainda que ambos os organismos não cumpriram com a lei n.º 92/95.

A queixa crime surge na sequência das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem de ter decorrido 2 mortos devido às largadas que foram realizadas durante o período das festas, um um número indeterminado de pessoas que ficaram feridas, no requerimento apresentado o PAN ainda diz que são desconhecidas a celebração de seguros que possam reparar os danos causados.

O PAN Almada diz num comunicado repudiar todos e quaisquer evento que envolvam a exploração, abuso e morte de animais e também todos aqueles que coloquem em risco a integridade física de todas e quaisquer pessoas. Nas acusações pode-se ler ainda que existiu da parte do Município da Moita e da Comissão Coordenadora das Festas da Moita consciência de que destes incidentes podiam resultar em mortes de pessoas e que nada foi feito para evitar o risco.

O Diário do Distrito contacto o gabinete da presidência da Câmara da Moita e a resposta foi que “a Câmara Municipal não têm qualquer comentário a fazer”.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

P´ra que a terra não esqueça - Helder Vieira...


Helder Vieira - simbolo de irreverência e Loucura saudável..




Conheci o meu amigo Helder quando começou a pegar no Grupo do Aposento da Moita, mas conheci-o melhor quando este jogava Rugby na Académica, clube pelo qual obteve vários titúlos em que destaco o de campeão nacional e campeão Ibérico.
Foi nessa fase que solidificámos uma forte amizade, baseada numa filosofia de vida semelhante, em que a lealdade e o bom humor formam a estrutura que sustenta uma forma de estar na vida.
Nessa época, treinava eu os escalões de BAMBIS e Benjamins da AAC, e os treinos dos putos aconteciam no mesmo campo em que treinavam os séniores imediatamente antes dos treinos destes. A relação do Helder com a miudagem nos momentos em que se encontravam no campo e nas viagens que por vezes faziam juntos a Lisboa era notável, já que para a miudagem o Helder era a referência pela sua entrega ao jogo e pela irreverência recheada de loucura saudável.



Ser ousado,irreverente e responsavelmente irresponsável, são caracteristícas que incomodam os críticos e incapazes, e a irreverência é também o pensar de uma forma não linear que proporciona um horizonte mais alargado de pensamento sobre a existência, a vida, e mil e um aspectos importantes desta, nem sempre concordantes e muitas vezes até contraditórios, base importante para uma sabedoria que se define por conhecimento alargado para uma acção mais lúcida.

Tudo o que escrevi sobre a irreverência aplica~se por inteiro ao meu amigo Helder.

Agora, falarei da loucura saudável. Como é saudável a loucura de quem não foge do desafio, não tem medo de mandar às favas o ‘grande’ e amparar o ‘pequeno’, sem o risco aparente da suposta condenação daqueles que valorizam o submeter-se e enaltecem o forte. Para mim, há que engrandecer a sagacidade de quem não se deixa corromper por padrões inférteis de uma falsa moralidade que muitos insistem em fazer valer, na prática vergonhosa de humilhações.

Eu tenho a sorte de ser amigo do Helder, do qual não falo como forcado porque a sua história fala por si. Pegou em Portugal, Espanha França e América Latina. Falo sim para terminar, do seu conceito de amizade, que valoriza partilhando os caminhos, dos que sabem guardam segredos. 



Estar com o Helder é estar com o bom humor transbordante que define aqueles a quem a vida beneficiou pelo dom da alegria. 

O Helder é um homem inteiro que se realizou naquilo a que se dedicou, criando amigos sem olhar a nada que não o sentimento puro que impede qualquer um de ser desleal, e é por isso que escrevi estas linhas "P´RA QUE A TERRA NÂO ESQUEÇA"...

Próximas corridas de Joaquim Bastinhas..











Domingo 28 - Corrida em Viana do Alentejo...


C. Pequeno - 5ª feira dia 2...



quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Carta aberta a Ricardo e Rui Levesinho...

Meus caros amigos :




Foi com surpresa que recebi a notícia do vosso abandono da velhinha PALHA BLANCO.
O vosso trabalho na dignificação desse tauródromo foi notável a todos os titulos, quer no que diz respeito ao toiro própriamente dito, quer no que diz res´peito ao interesse dos carteis, quer ainda no que diz respeito á aposta no toureio apeado.
Primando pela honestidade e pela pura aficcion, infelizmente não há muitos como vocês, e por isso a vossa falta vai-se notar.
Espero vê-los a gerir outras praças para bem da "FESTA".

Como aficcionnado, obrigado pelo que fizeram, e como amigo desejo-vos a melhor sorte..

João Cortesão

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Carta aberta a João Moura Caetano...


Meu caro amigo João:














Esta época para ti, foi atípica por não toureares o numero de corridas que te é habitual. Haverá razões que te assistem no que toca, por exemplo, ao não pactuares com um certo laxismo de algumas empresas no que diz respeito a condições de contratação. Eu sei que a interpetarás esta época menos activa, como uma opção circunstancial que em nada te tocará na moral, antes pelo contrário, buscarás na raça e na busca da perfeição, a resposta para te continuares a impor, bem como dares aos aficionados aquilo que esperam de ti.
O teu toureio é singular, não pretendendo com isto dizer que é o melhor. Recebes os toiros sem os quebrar, nos compridos citas de praça a praça aguentando para reunir num limite próximo do local do cite ou até mesmo recuando ligeiramente na cara do toiro, numa heresia desafiante que se intromete no ritual tauromáquico vulgar. Nos curtos consegues levar a emoção a um nivel raro. O arranjo dos teus cavalos é um regalo para os apaixonados da boa equitação. O teu lidar tem sentido e é bonito de ver pelo repouso, não pactuando tu com os exageros de voltas e reviravoltas em galopes desordenados de lado, que nada têm que ver com galope ao revés.       
Na busca de uma faena, dás sentido á palavra estética, nos gestos suaves e no repouso que impões ás montadas, como agradecimento pela colaboração.

Perante tudo isto que ninguém pode negar, e depois de triunfares forte na maioria das praças do nosso País, não dá para entender não ires este ano a algumas dessas mesmas praças. 

Neste momento, lembro-te que poucas coisas no mundo são mais poderosas que um impulso positivo que te vai levar certamente a um mundo de otimismo e esperança, porque nada tens que apontar á tua toureria.

  

Toros de fogo - Recortadores, mais dificil ainda...

Toiros - Sustos impressionantes...

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Amanhã - Carta aberta a João Moura Caetano...


Carta aberta ao Grupo AP Moita...




Meus caros amigos :




No nosso mundo do toiro, há coisas que não têm explicação. Depois de uma época digna a todos os títulos, em que além do mais foi uma época de renovação, e depois de um principio de época em que pegaram a abertura do Campo Pequeno, uma televisionada e a feira de Maio na vossa terra, nunca mais foram contratados.
Todos sabemos como alguns grupos agarram corridas, mas não percebemos como são escolhidos alguns com pouco mais que o valor material que aportam.
O mundo da forcadagem está assim, mas isto vai mudar, tem mesmo que mudar para bem da "FESTA"....
Antigamente, os grupos tentavam arranjar novos forcados com valor, hoje são mais importantes bons padrinhos e bons bilheteiros...

Um abraço para todos do amigo

João Cortesão    

Crónica do Cartaxo...


Há que ter respeito e admiração por Parreirita...




Numa praça bem composta de público os toiros de "Dias Coutinho" dignamente apresentados, deram bom jogo, mas 5 horas de espectaculo é obra...

JOÃO MOURA

No seu 1º toiro toiro não esteve bem, inclusivamente eximido-se de lidar o toiro com tão bem sabe fazer, deixando esse trabalho para os bandarilheiros.
No seu 2º toiro teve das melhores actuações que lhe vi esta temporada.

RUI SALVADOR

Saiu-lhe em primeiro um toiro dificil ao qual o cavaleiro de Tomar deu uma lide de saber, conseguindo uma actuação notável.
A lide do segundo toiro, teve a marca Rui Salvador na emoção.
O cavalo arabizado que sacou de saída, impressionou-me muito positivamente..

PARREIRITA (FILHO)

Tem intuição tem gancho para o público e tem que ser bom cavaleiro para se utilizar de cavalos dificeis tão altos de sangue...
Cravou ferros emocionantes e mostrou que pode andar para outro patamar...

PARREIRITA CIGANO

Nasceu toureiro e é toureiro. Com aquela idade e com aquele peso, transbordou valentia ao pôr-se diante de um toiro com peso e idade.
Com o capote desenhou boas verónicas e chicuelinas, com a muleta mostrou que sabe tourear e sobretudo que sabe ligar uma faena.
Os meus respeitos, amigo PARREIRITA...

Os Grupos do Ribatejo e Arronches cumpriram com destaque para a pega de Manuel Cardoso do Grp de Arronches..

Boa Alternativa do bandarilheiro Miguel Murtilho...

Crónica - Última corrida da Moita...


Bastinhas empolgou a exigente aficcion da Moita....
















Sairam bem e bem apresentados os toiros de "Benitez Cubero" numa praça a rondar os três quartos das bancadas preenchidas...

JOAQUIM BASTINHAS

Com tantos anos de carreira, saiu á praça com as ganas de um jovem á procura de uma oportunidade.
Os Compridos que cravou foram dos melhores da noite, e todo o resto da lide foi fiel ao seu conceito de toureio sem enganos e onde o lidar tem um sentido. Alguns ao verem Bastinhas, esquecem-se que correr os toiros é mais dificil que os dobrar e que tourear bem á tira é muito dificil.
Bastinhas encontra sempre toiro e toureia tudo o que lhe largam, e é por isso e pela sua espectacularidade que o público o respeita e admira, e a provar o que digo está a forma como a aficcion Moitense o distinguiu.
Os toureiros devem ser avaliados pelo que fazem dentro do seu conceito de toureio, e nunca pelo conceito que o aficionado ou o critíco mais aprecia.

LUÌS ROUXINOL

Esteve a muito bom nivel. O novo cavalo palomino afirma-se dia a dia e vai acabar como um animal estupendo de bandarilhas, depois desta fase em que o cavaleiro o saca de saída para que registe que tem que passar para o outro lado. Na minha modesta opinião, vai ser um animal de eleição.

SÓNIA MATIAS

Provou estar num grande momento da carreira. Cumpriu nos compridos e brilhou nos curtos, rematando a lide em vistosas sortes de violino.

GILBERTO FILIPE

Saiu á praça com a resposabilidade de ser um dos toureiros dessa noite de quem o público mais esperava. Teve uma bos prestação e só não brilhou mais ( ao nivel de Lisboa ) porque o toiro era ligeiramente tardo.

FILIPE GONÇALVES

Esteve a um bom nivel nos curtos e montou o seu espectáculo chegando ao público.

MANUEL LUPI

Tocou-lhe o pior toiro da corrida mas mesmo assim, contornou as dificuldades e cravou bons ferros...

MARA PIMENTA

Com um toiro "Passanha" mais pequeno que os "Benitez Cubero", teve uma lide irrepreensivel..

FORCADOS - Os grupos de Santarém e de Alcochete pegaram com dignidade a corrida que não apresentou grandes problemas. Destaques para as pegas de Rúben Giovetti do Grp de Santarém e de Nuno Santano do Grp de Alcochete...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ventura - Depois de Murcia, Valladolid...



Depois do enorme triunfo em Múrcia em que cortou 4 orelhas e um rabo e Pablo H. de Mendonza uma orelha em cada toiro, veio o novo encontro entre os dois rejoneadores em Valladolid, cujo o resultado dessa corrida foi : Três orelhas para Ventura enquanto Pablo H. de Mendonza não cortou nada...

Moura Caetano em Fuente de El Maestre..



Moura Caetano, cortou 3 orelhas aos toiros de Bernardino Piris. Duas no primeiro em que rubricou excelente actuação, e uma no segundo que saiu manso e perigoso, ao qual se entregou com raça acabando por lhe dar a volta...

Art. Polémico de J. Cortesão - Coisas positivas da 1ª da Moita....


Muito se tem dito e escrito de negativo da 1ª da Moita. E o positivo ???














Vamos por partes. Afirma-se e bem que corrida não tinha gente, o que é um facto indesmentível, mas será que com outro cartel, num dia de chuva ( choveu quase toda a tarde, choveu antes da corrida e no decorrer da mesma), será que alguém esperava casa cheia ??? Coragem teve a empresa por levar a corrida para a frente.... já vi adiar corridas por bem menos...
Eu não sou apreciador deste modelo de um cavaleiro e dois matadores, mas já várias empresas o utilizaram com mais ou menos êxito.
Também não posso concordar que se desrespeite artistas e empresários, e por isso aqui estou a solidarizar-me com a empresa e com os toureiros, porque pese embora a amizade que me une o J. P. Bolota, a primeira critíca deste blogue foi para ele...

Quanto aos toiros nada há a apontar. Dois toiros sérios de "ERNESTO de CASTRO" e quatro serios da "TORRE de ONOFRE", um deles com 560 Kilos.

Duarte Pinto

No 1º toiro lidou e cravou ao seu melhor nível e no 2º não atingiu o mesmo nivel mas cravou dois ferros de grande valor a um toiro dificil.

Parrita

Esteve dignamente com garra e entrega. Já vi bem pior a grandes figuras nesta praça, que não levaram gente e que foram pagos a peso de oiro, para tourear novilhos de 3 anos, alguns trocados á hora do sorteio.

João Augusto Moura

Lutou contra a falta de qualidade dos que lhe tocaram em sorte e mesmo assim conseguiu momentos de inspiração, a provar aquilo que dele esperam muitos aficionados.

Forcados - O grupo de Coruche pegou o 1º toiro á 2ª, e no 2º toiro ( bruto e dificil) resolveu o problema com galhardia.

Depois deste resumo, que muitos ignoraram ou resumiram resumidamente dando só expressão ao negativo, apetece-me usar um chavão que detesto e já cheira mal, que é : "Os maiores inimigos da FESTA estão dentro dela".
A empresa montou a corrida e foi com ela para a frente contra ventos e marés, mas não mandou chover nem teve gosto em perder dinheiro...  

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Apontamentos de Ponte de Lima...





Com praça cheia, assistiu-se a uma corrida com interesse, pese embora a escassa colaboração dos toiros "Canas Vigouroux".







Rui Salvador




Bem no seu primeiro e no segundo, marcou a sua actuação com ferros á Salvador...




Brito Paes




Bem no 1º toiro e excelente no 2º onde brilhou o cavalo com o ferro "P. H. de Mendonza"...




Moura Caetano




Com o pior lote da corrida, o 1º toiro era manso perdido, conseguiu o êxito no 2º que não sendo bom cedeu á entrega do Ginete, sobressaindo dessa lide, dois ferros com o Zidane e a lide de preparação para os óptimos curtos que cravou..


FORCADOS


Os grupos de Santarém e Vila Franca estiveram á altura dos seus pergaminhos..



Crónica do Sobral...

Boa estreia da empresa de José Luís Gomes...











A praça apresentava três quartos dos lugares preenchidos e os toiros de "PONTES DIAS" deram emoção não facilitando os toureiros.


Luís Rouxinol


Duas excelentes actuações com destaque ppara a segunda.


Victor Ribeiro


Esteve ao seu melhor nível. O cavalo com o ferro "José Chula" progrediu a olhos vistos ...


Filipe Gonçalves


Uma boa actuação no seu primeiro toiro, e no segundo que lhe coube, o seu desempenho foi marcado por algumas precipitações...


Forcados :


O Grupo de LISBOA pegou os três toiros á 1ª ajudando bem, e o Grupo de Coruche teve igualmente uma boa prestação, pegando dois toiros á 1ª e um á 2ª..



domingo, 14 de setembro de 2014

Morreu Manuel Travessas

foto de luto eterno para facebook




Morreu Manuel Fernandes Travessas pai dos cavaleiros Cláudio e Rogério Travessas


Debilitado já há vários anos por um ABC, morreu o nosso amigo Manuel Travessas.


Á familía enlutada, á qual nos une profunda amizade, enviamos as mais sentidas condolências.


O Funeral realiza-se amanhã dia 15 pelas 15h em Salvaterra de Magos.

Grande corrida em Murcia com triunfo de Ventura..



Ventura cortou 4 orelhas e um rabo, Pablo duas orelhas e Galan 2 orelhas.
Os 3 cavaleiros saíram em ombros...

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

PÂNICO - Toiro vira um reboque carregado de pessoas...



Domingo no Sobral vai ser assim...



Moura Caetano - 3 Seguidas..


Foto de Aficionados Moura Caetano.



Destaques da Moita...

2ª feira

A verdade do toureio de Duarte Pinto, o regresso de Parrita á sua terra e a presença de João Augusto Moura que nesta praça escreveu a página mais brilhante da sua carreira, ao encerrar-se com 6 toiros...

3ª feira

Dois cavaleiros de primeirissima água com dois estilos diferentes, e o sempre desejado Pedrito...



Amanhã em Portalegre...


Hoje em Coruche...


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Domingo - Sobral..


Uma grande corrida para manter a tradição...


Para todos cavaleiros - Palavras de Mestre Nuno de Oliveira...



"Cometi inúmeros erros, na preparação de literalmente milhares de cavalos. Felizmente estou ciente dessas deficiências, porque caso contrário, nunca teria vindo ao progresso. "É que ainda tenho muito que aprender e vou estar a aprender até o dia que eu morrer, não apenas andar, mas estudando, pensando profundamente e assistindo".

Nuno de Oliveira