MANIFESTO DA DIRECÇÃO: Este blogue “www.sortesdegaiola.blogspot.com”, tem como objectivo primordial só noticiar, criticar ou elogiar, as situações que mais se distingam em corridas, ou os factos verdadeiramente importantes que digam respeito ao mundo dos toiros e do toureio, dos cavalos e da equitação, com total e absoluta liberdade de imprensa dos nossos amigos cronistas colaboradores.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Tauromaquia- Diz o povão: "Quem vai á guerra dá e leva.."



As guerras no Mundillo  estão a fazer com que este, socialmente quase bata no fundo...

Resultado de imagem para a guerra não adianta nada
Meditar antes de ler o que se segue..
Curiosamente as guerras a que temos assistido ultimamente são quase exclusivas de mulheres contra mulheres. Também as tem havido de mulheres contra homens (toureiros, Forcados e Críticos). Uma coisa é certa, seja quais forem as razões, a culpa é sem dúvida das redes sociais .
Antigamente, o espectáculo a que temos assistido não era possível, porque dizer cara á cara tudo o que hoje se lê nos "FACES" exigia uma coragem diferente, e por ser assim, hoje assistimos a um manancial de vergonhas em que a esquerda tem arautos que só dizem barbaridades recheados de ódios e frustrações, tal como a direita, os animalistas, e a afición... Pior que tudo, são aqueles e aquelas que sem ideias e sem nível entram como aliados nessas guerras, só para aquecer os (as) beligerantes.
A propósito, lembro-me de uma discussão a que em tempos assisti num mercado de peixe. Duas peixeiras, uma de nome Alzira e outra de nome Zeza, pegaram-se porque uma delas arrematou uma teca (lote de pescado) na lota. A confusão instalou-se, havendo partidárias da Alzira e outras da Zeza. Em cada grupo de partidárias havia uma que se destacava, e eis senão quando ouvi a líder da Alzira a sossurar a esta : " Á Alzira, chama-lhe Puta antes que ela te chama a ti..." . Do lado da Zeza, a sua líder dizia : "Á Zeza, chama-lhe Puta... grande Coirão..."

Contra as guerras e guerrinhas, o meu desejo é bem simples: Que nós críticos (as) sejamos blindados contra inveja de gente falsa, bondade de gente ruim, que sejamos felizes sempre, e que na tristeza reencontremos sempre o caminho para sorrir...

Assim seria o paraíso. 

Resultado de imagem para faça paz não faça guerra

 Meditem nas Frases que se seguem :

Para combater meus inimigos e invejosos, vou começar um novo ciclo de luta, dessa vez usando a arma da indiferença.

Pessoas insatisfeitas com suas vidas atacam os outros com palavras destrutivas, é uma forma de compensar suas frustrações. Mas PORRA !!! Não é preciso apagar o brilho dos outros para brilhar.

Gente mal amada , sem luz , invejosa , chata , sejam felizes , assim , não incomodam quem luta por dias melhores.

Procure se afastar das pessoas que não aceitam a sua luta pelo sucesso e sentem-se frustradas pelas suas conquistas!

Frustração é o estado em que se fica quando não se tem o que se gostaria, quando nos deparamos com um obstáculo, externo ou interno, que nos priva de satisfazer um desejo acalentado, e mergulha-mo-nos na ilusão, enganando-nos com a expectativa, defraudando assim nossos próprios sonhos.

Resultado de imagem para faça paz não faça guerra

Termino com um desejo sincero. PORRA !!! Façam amor não façam guerra..

Estremoz- Não falte...

Resultado de imagem para cartel estremoz

C.Pequeno- Daqui a uma semana é o grande dia...

Olé !!!

Toiros- Valentia ou loucura ???


quarta-feira, 30 de maio de 2018

Sabado vou a estremoz...

Resultado de imagem para cartel estremoz

Homenagem a J. Moura..

João Moura marcou uma época no toureio a cavalo...
Como não podia deixar de ser, associo-me á homenagem a João Moura



Há uns anos atrás, o meu especial amigo SENHOR Joaquim Tapadas convidou-me para fazer o elogio do Maestro João Moura no jantar de homenagem promovido pela tertúlia "Mexicana".
Eu que, como poucos assisti a tantas corridas do de Monforte em Espanha e França, dei a maior enfase a um aspecto que não se tem falado. Trata-se do numero de cavalos com que este brilhou na sua época áurea, e as características dispares de todas elas. A receber o que fazia com o "IMPORTANTE" nada tinha que ver com o que fazia com o "ZAFRA" e muito menos com o "Junco". De bandarilhas o "Malhinhas" não tinha que ver com o "Ferolho", nem este com o "Sandokan", nem este com o "Colombo", nem com o "Trinitá", nem com o "Zeca Diabo"...
Mais exemplos poderia dar para que compreendessem a genialidade de J. Moura, que de cada cavalo sacava um toureio diferente.
Quero também afirmar sem dúvidas, que uma das grandes lides em registo clássico foi deste cavaleiro em Cascais quando toureou um toiro de principio ao fim montado no "ZAFRA".

Obrigado João António pelo que deste á Festa...

Bencatel - Ananhã não falte,,,

Resultado de imagem para cartel bencatel

Rogério Amaro e J. Bastinhas...

Teve a palavra o sentimento da amizade



Sinto-me particularmente feliz por estes dois regressos de amigos de longa data.
Quanto ao Maestro Bastinhas, o futuro que ele de novo encontrou e no qual sempre acreditei conhecendo como conheço, é na verdade um presente para os seus admiradores e particularmente para os seus amigos.
No seu lugar havia um vazio que só ele podia preencher...

Quanto ao Rogério Amaro, para mim um exemplo de amizade, as palavras que me disse ao telefone quando o questionei porque voltava, e me respondeu: " Não sei dizer que não a um amigo". Como eu o compreendo...

Muita, mesmo muita sorte para os dois...

Azambuja- Confraria da Aficcion...

Na Azambuja fui convidado a visitar a "Confraria D'Aficcion" pelo meu particular amigo João Videira


Esta tertúlia com um espaço fora do vulgar de bom gosto e reminiscências de história, tem ainda instalações de fazer inveja.
A sua história é esta :

Esta confraria foi fundada em Maio de 2011 e tem cerca de 20 elementos. Vive com intensidade o espirito da Feira de Maio, recebendo amigos e familiares explicando-lhes a mística de estar inserida nesta feira, que não se resume a comes e bebes, dando sim realce ás histórias e mais que tudo á amizade.


Nas 2ª feiras da feira recebem os alunos do 1º ciclo, explicando-lhes o que é uma tertúlia e o que é ser Tertuliano...
Para além destas actividades realizamo um almoço ou jantar por mês...

Para o ano lá irei de novo. Obrigado João Videira...

Leonardo Hernandez toureando a campo...


segunda-feira, 28 de maio de 2018

Crónica de Azambuja- Triunfou Marcos Bastinhas......

Uma corrida diferente, em que os toiros saíram mansotes, numa praça bem composta de público e em que triunfaram Marcos Bastinhas e o Grp de Forcados da terra...

Foto roubada ao "Touroeouro"
Tive a sorte de assistir a esta corrida ao lado de duas jovens - que conheci ontem-  que me surpreenderam pela sua afición definida e entendida, e ainda com bom humor, detalhes raros numa geração tão avessa á graça natural, e ainda, não pautadas por aficcion  aos lugares comuns das modas da tauromaquia, quase sem registo de originalidades e definição de gosto próprio...

MARCOS BASTINHAS

Com sinais visíveis na cara de uma complicação de uma crise de sinusite - como se pode ver na foto -  o que o impediu de tourear na Moita, não deixou de cumprir este compromisso mesmo que ainda afectado.
No 1º que lidou esteve bem cravando ferros de valor montado no "Amoroso" e rematou a lide com um ferro de palmo cravado abandonando as rédeas no momento da reunião.
No 2º, o pior da corrida porque se atravessava, deu-lhe a lide correcta contornando as dificuldades do toiro.

ANA RITA

Alguns bons ferros numa lide intermitente. Acusou demasiado o voltar a tourear em Portugal.

JACOBO BOTERO

Bem montado, permitiu demasiados toques que lhe roubaram o êxito.

FORCADOS:

Grp do Ribatejo : André Martins, Samuel Martins e Nuno Amaro, pegaram ao primeiro, segundo e terceiro intentos...
Grp de Azambuja : Renato Pereira á 1ª ( na pega mais perfeita, á qual foi atribuído o prémio em disputa), Hugo Abreu, dobrado por David Mochão á 3ª e Telmo Galveia á 2ª.Na pega mais vistosa da tarde...

Ontem em CORDOBA- Ventura em ombros- Mais uma...


Um toiro bravio...


domingo, 27 de maio de 2018

Crónica da Moita- Triunfo indiscutível de Duarte Pinto.......

Triunfo indiscutível de Duarte Pinto. numa praça com o público habitual nas corridas da Feira de Maio ( já vi pior)...

Resultado de imagem para duarte pinto toureiro

Os toiros "Veiga Teixeira" saíram com uma mobilidade diferente do que é habitual, talvez seja útil o Senhor Ganadero reconsiderar se os pesos dos toiros que normalmente apresenta não lhes tira mobilidade...

GILBERTO FILIPE

Embalado pelas boas prestações de Montijo não esteve ao nível da semana passada...

FILIPE GONÇALVES

Teve os seus melhores momentos quando montado no "Herodes". Alguma irregularidade não mancha o que fez de bom...

DUARTE PINTO

Uma actuação sem mácula ao melhor estilo clássico,  ao toiro mais difícil da tarde, fez dele o triunfador da tarde...

PARREIRITA

Três ferros extraordinários e os outros de bom nível, só não tiveram mais expressão por não ligar a lide, quebrando o ritmo...

DAVID GOMES

Dias menos bons todos têm. David Gomes é muitíssimo mais do que ontem apresentou...
O facto de substituir um companheiro á última da hora, pesou certamente no seu desempenho...

ANTÓNIO PRATES

Alegre, com detalhes toureiros e de valor, não coalhou a lide por precipitações próprias da ansia de querer triunfar...

FORCADOS:
Amadores da Moita : 

Fábio Silva ( a pega mais aparatosa da tarde) e  Luís Lourenço  pegaram á 1ª, Pedro Raposo ( Cabo deste Grupo) pegou rijamente o toiro á 5ª depois de terem sido desfeiteados dois companheiros..


AP: MOITA - José Maria Bettencourt á 1ª ( deu o exemplo abrindo esta corrida de muita responsabilidade) e Leonardo Matias ( na pega tecnicamente melhor da tarde) também á 1ª. Ruben Serafim á 6ª numa demonstração de enorme valor...

O prémio para a melhor pega foi atribuído a Fábio Silva dos Amad da Moita..

Dirigiu bem o Sr. Tiago Tavares, que me demonstrou toda a sua educação ao cumprimentar-me naturalmente depois da critica que lhe fiz recentemente a propósito do C. Pequeno...

Bencatel dia 31 - 5ª feira- uma corrida diferente---

Resultado de imagem para cartel bencatel

Estremoz dia 2...

Resultado de imagem para cartel estremoz

Dia 7 C- Pequeno- Uma corrida histórica uma corrida diferente...


terça-feira, 22 de maio de 2018

Todas as artes evoluem, a do toureio também...

A arte é datada desde a Antiguidade, e daí para cá evoluiu em todas as suas manifestações

Resultado de imagem para a evolução das artes
A palavra ‘arte’ teve diversos significados durante a história. A discussão, sempre presente para os pesquisadores do tema, é se a arte é uma forma de criação ou uma imitação. Certo mesmo é que, a arte foi dividida em categorias usadas até hoje: pintura, literatura, música, escultura, arquitetura, tauromaquia e outras. As definições de arte têm sofrido mudanças ao longo do tempo, as categorias são constantemente reordenadas a fim de se compreender melhor como a arte é concebida pelos seus praticantes.
Resultado de imagem para a evolução da arte da pintura
Depois do século XIX, a arte plástica  passou a ter um objetivo: retratar a beleza, passou-se então a valorizar e a subdividir a arte em estilos, tais como: barroco, gótico, romântico, dentre outros.
Resultado de imagem para a evolução da arte da dança
A dança, a par da música, é provavelmente uma das artes mais antigas que se conhece.
No início dos tempos era encarada de uma forma muito séria, usada como forma de orar e pedir coisas aos deuses. Evoluiu do significado mais religioso e por vezes mágico que tinha, para o registo lúdico como acontece hoje em dia.
Resultado de imagem para a evolução da arte do canto
As primeiras noticias que conhecemos sobre canto são do século IX e são de Guido D’Arezzo dono da nomenclatura das notas musicais que conhecemos hoje. O canto foi se desenvolvimento em diversas maneiras adequando-se socialmente. O canto começou por estar presente na rua e nas encenações teatrais. Hoje vemos a evolução do canto a todo o momento evoluindo nas formas de cantar, e nos ritmos.
Podia dissecar de forma ligeira todas as outras artes, como fiz com a pintura, a dança e o canto, mas vou-me concentrar nas artes tauromáquicas pois são estas que me interessam para completar o raciocínio que me levou ao título desta croniqueta.
Resultado de imagem para a evolução das sortes do toureio a cavaloResultado de imagem para a evolução das sortes do toureio a cavalo

As origens da relação do Homem com o touro perdem-se na História. E a prova-lo estão as várias manifestações de arte rupestres do Paleolítico Superior, como por exemplo - Foz Côa (18.000-15.000 A.C.) e em França - Lascaux (15.000-13.000 A.C.), que expressam a relação de admiração e veneração do Homem pelo touro que conduziu ás artes tauromáquicas. As touradas como as conhecemos hoje nasceram no período do "ILUMINISMO" entre o século XVII e XVIII.
O toureio a cavalo evoluiu tanto que no início do Século XX equacionava-se a possibilidade de cravar os ferros “De Caras”. Essa é hoje, uma possibilidade absolutamente superada.

Por outro lado, também se questionava a viabilidade de cravar os ferros em sortes ao “Piton Contrário” ou a “Câmbio”. Hoje essa é também uma questão completamente ultrapassada.

Em suma, são realidades de duas épocas separadas por 100 anos, e é isto que os fundamentalistas não compreendem...
Resumindo, sou de opinião que o verdadeiro artista deve preocupar-se sem dogmas( os dogmas são para quem não quer compreender a evolução), mas sim com a beleza e a estética impregnadas de emoção e sentimento, que forem ditadas pela sua genialidade, e deixar que a evolução da arte que pratica, siga o seu caminho natural...